domingo, 1 de setembro de 2013

A coluna Panorama Político (01/09) do jornal O Globo (Ilimar Franco)


O plano B      A candidata a presidente Marina Silva já tem partido para concorrer em 2014, caso não consiga criar a Rede a tempo. O presidente do Partido Ecológico Nacional (PEN), Adilson Barroso, ofereceu a legenda e o comando do partido à ex-ministra. Eles voltarão a conversar dia 25 de setembro. Até lá, Marina vai aguardar pela decisão do TSE, de homologar ou não a criação da Rede.

Ayres Britto vem aí?
O ex-ministro do STF Carlos Ayres Britto tem sido uma espécie de consultor informal de Marina Silva. Há poucos dias, ela o convidou para se filiar à Rede e disputar um cargo eletivo no ano que vem. Ayres Britto ficou de pensar na proposta.

Me engana que eu gosto
Diante da prática generalizada de antecipar as campanhas, a presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, disse o seguinte no Senado, quinta-feira: “Sempre fui considerada professora rigorosa, porque eu pegava cola de alunos. Alguns diziam “professora, há professor que faz de conta que não vê”. Eu dizia: “Não, minha combinação é outra: vocês façam, como os homens fazem com as mulheres quando nos traem, sem que eu saiba”. Não façam de maneira tão acintosa. Então, talvez, em matéria de redes sociais, seja um pouco isso. Estamos fazendo de conta que não acontece, mas já há carros andando por aí com referências a candidatos para 2014.” O que dizer?
“Estamos começando a botar o bloco na rua com muita prudência. Esta (a eleição) não é a agenda da sociedade”

Marcus Pestana
Presidente do PSDB mineiro e deputado, sobre o ritmo da campanha à presidência do senador Aécio Neves


O veredito
Está nas mãos do Judiciário a criação de um programa de alfabetização e formação técnica nos presídios. O ministro Aloizio Mercadante (Educação) explica que será preciso separar os presos por periculosidade. Para criar um ambiente escolar, e dar segurança aos professores, é preciso isolar os integrantes do crime organizado.

Modus operandi
A estratégia do Palácio do Planalto para manter o veto ao fim da multa patronal de 10% do FGTS é a mesma seguida no ato médico: negociar sua manutenção, com a apresentação de projeto de lei que resolva os pontos polêmicos.
Perdidos no espaço
Na volta de uma recente viagem internacional, o avião da presidente Dilma fez uma parada no Panamá para abastecimento. Integrantes da comitiva resolveram ir ao free shop. Dois intérpretes da presidente demoraram nas compras e Dilma mandou o avião decolar. Eles perderam a cadeira VIP e voltaram ao Brasil no avião reserva, que segue nave presidencial.

O MST desencantado
O governo Dilma está sendo acusado pelo MST de ter abandonado a reforma agrária. Alexandre Conceição, da coordenação nacional, diz que o atual governo tem “o pior índice de desapropriação de terras dos últimos 20 anos”.

Tertúlia literária
Ministros do STF e do governo Dilma foram reunidos pelo vice Michel Temer, em jantar no Jaburu na quarta-feira, em torno do jornalista e biógrafo Lira Neto, autor de Getúlio, biografia do ex-presidente trabalhista Getúlio Vargas.

O vice-presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, decidiu que irá concorrer a deputado federal nas eleições do ano que vem.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial