sábado, 2 de novembro de 2013

Panorama Político (Ilimar Franco)

Varrer para baixo do tapete
O PSB está escondendo de quem partiu a ordem de retirar do site do partido artigo de seu vice-presidente, Roberto Amaral. Seus dirigentes se apressam para garantir que não foi Eduardo Campos. “Ele está na Europa”, disse um deles. Eles não revelam o nome do marineiro que protestou. Ciosos das aparências, só lamentam a citação a Marina Silva, que não consta do polêmico texto.
Guerra na nuvem
Os presidenciáveis disputam espaço nas redes sociais. O perfil oficial da presidente Dilma no Facebook reúne 92,4 mil pessoas e o Dilma Bolada, página fake que tem sua simpatia, conta com meio milhão de internautas. O tucano Aécio Neves tem 191,4 mil seguidores no Facebook e, com o Aécio Boladasso, cópia do perfil falso de Dilma, já tem 2,6 mil pessoas. Eduardo Campos possui 63,8 mil seguidores. No Twitter, Dilma tem 2 milhões de seguidores. Aécio, embora nunca tenha usado, tem 26,8 mil seguidores , e Eduardo, 8,3 mil. Depois da Dilma Bolada e do Aécio Boladasso, a equipe do socialista está “bolando” um personagem para o seu candidato.

“O Banco do Brasil está fora disso aí. Ele é muito profissional. Sua direção corporativa é muito forte”
Benito Gama
Vice-presidente de Relações Governamentais do BB, sobre o pedido de recuperação judicial da OGX, de Eike Batista

Pé na estrada
O deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) intensificou a agenda de viagens pelo país. Com apoio da maioria da Executiva e da bancada na Câmara, está decidido a disputar a sucessão presidencial. Quer colocar lenha na fogueira.


Visita presencial
O governador licenciado de Sergipe, Marcelo Déda (PT), ganhou uma visita surpresa da presidente Dilma, semana passada. Ele está em tratamento no Hospital Sírio Libanês (SP), contra um câncer no sistema gastrointestinal. Déda está afastado do cargo há seis meses mas, do hospital ,tenta manter uma rotina de trabalho.

Ressentimento
A família do ex-presidente João Goulart se sente excluída da exumação do corpo de Jango. Reclama que o governo federal não os consulta para quase nada. Esta ação é considerada o ponto alto do trabalho da Comissão da Verdade.

A terceira via
O comando do PT não crê no fôlego de Eduardo Campos (PSB). Vê no PSDB, do senador Aécio Neves, o seu adversário em 2014. Um articulador da campanha da presidente Dilma é taxativo: “a terceira via não tem viabilidade no Brasil”. E cita as várias tentativas: Garotinho (PSB), 17,8% dos votos; Ciro Gomes (PPS), 11,9%; Cristovam Buarque (PDT), 3,2%; e Marina Silva (PV), 13,9%.

Largando na frente
A ministra Ideli Salvatti (PT) lidera a corrida ao Senado em Santa Catarina, com 17%. Está à frente do neossocialista Paulo Bornhausen, com 11%. O petista Cláudio Vignatti tem só 3%. Esta pesquisa é do Ibope e foi encomendada pelo PMDB.

Com o jogo nas mãos
A presidente da CNA, senadora Kátia Abreu (PMDB), está com a bola cheia em Tocantins. Em pesquisa Ibope, de outubro, ela lidera com 30% para o Senado e, para o governo, só está atrás do ex-governador Marcelo Miranda, sub-júdice.

A presidente Dilma se reunirá com Bill Ford Jr, presidente executivo da Ford, dia 13, em Camaçari. Ele é bisneto de Henry Ford.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial