sábado, 23 de novembro de 2013

Panorama Político (O Globo - Ilimar Franco)

Se arrependimento matasse
      Com as prisões de José Dirceu e José Genoino, o ex-presidente Lula não esconde mais sua irritação com o presidente do STF, Joaquim Barbosa. A amigos que estiveram com Lula nos últimos dias, as críticas deixaram de ser veladas e ele passou a ser categórico. Disse que o maior equívoco que cometeu na Presidência foi de indicar Barbosa para ministro do Supremo.

Risco zero
No Planalto, a avaliação é que não há hipótese do presidente do STF, Joaquim Barbosa, se filiar a algum partido para concorrer à Presidência ou algum cargo majoritário nas eleições do ano que vem. O núcleo político do governo acha que todos os bônus obtidos por Barbosa no Supremo cairão por terra. “Ele terá que responder sobre todas as suas escolhas e por todos os erros e problemas enfrentados pelo partido que ele se filiar”, diz um interlocutor palaciano. Ministros do STF fazem a mesma aposta e ainda contam que ele deverá se aposentar tão logo deixe a presidência, em 2014, para evitar ser comandado por Ricardo Lewandowski, o próximo presidente do STF.

“A aliança de Eduardo Campos e Marina Silva coloca o PDT no palanque de Dilma. Marina está levando Eduardo para o isolamento”


André Figueiredo
Deputado (CE), líder do PDT na Câmara

Um caminhão de ideias
Levantamento do TSE identificou nada menos do que 1.370 projetos na Câmara e no Senado para alterar a legislação eleitoral. As propostas vão desde o fim do voto obrigatório à mudança das datas de posse de presidente e governadores.



De volta
Maria Christina Caldeira, ex-mulher do deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP) tem enviado mensagens a amigos do PT avisando que ainda tem munição contra o ex-marido. “Na hora certa dou uma ajuda para o Zé (José Dirceu) presenciei almoço onde PR, PP e PTB combinaram como colocá-lo em situação frágil”, escreveu.

PT tipo exportação
Núcleos do PT em Londres, Genebra, Havana, Boston, Madri, Áustria e Portugal preparam nota em apoio aos "presos políticos" do partido. Pedem que a militância os defenda de forma "criativa, inovadora, espontânea e determinada".

O vice de Lindbergh
O presidente do PT, Rui Falcão, quer emplacar como candidato a vice do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) o ministro da Pesca, Marcelo Crivella (PRB), que aparece em segundo lugar em todas as pesquisas ao governo do Rio, sempre na frente do candidato petista. Mas há restrições à ideia porque avalia-se que Crivella envelhece a chapa, num momento em que se quer renovação.

Corrida para o Laranjeiras
Pesquisa do Instituto Informa ao governo na cidade do Rio mostra Marcelo Crivella com 21%; Anthony Garotinho, 14%; Lindbergh Farias, 13%; Luiz Fernando Pezão, 9%; Bernardinho, 6%; e Miro Teixeira, 4%. Foi contratada pelo PMDB.

Sem noção
O deputado Weliton Prado (PT-MG) constrangeu o secretário do Ministério da Saúde Helvécio Miranda na Câmara. Gritando em um corredor da Câmara, queixou-se de não ter suas emendas atendidas pelo ministro Alexandre Padilha.

A Comissão de Anistia e a FGV lançam "Advocacia em tempos difíceis", sobre a atuação dos advogados na defesa de presos políticos na ditadura.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial