quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Panorama Politico (O Globo - Ilimar Franco)

Desfeito o mistério?
          Os aliados de Aécio Neves, candidato do PSDB ao Planalto, garantem que ele não quer ficar ancorado nem em Bernardinho nem em César Maia. Sustentam que ele está ganhando tempo. Sua aposta é no divórcio entre o governador Sérgio Cabral (PMDB) e a presidente Dilma (PT). O seu objetivo seria ter, ao seu lado, a máquina e a estrutura de Cabral na Baixada Fluminense e no interior.

Radicalizando a campanha
Pablo Capilé, um dos criadores do coletivo cultural Fora do Eixo e do Mídia NINJA, será a principal atração de seminário fechado que o PCdoB promove, na sexta-feira, no Rio, para debater propostas para o programa de sua candidata ao governo, a deputada Jandira Feghali. Estas redes foram as principais protagonistas das manifestações contra o governador Sérgio Cabral (PMDB) deflagradas em junho. Seus integrantes são ligados ao PSOL e ao deputado Marcelo Freixo, cuja prioridade deve ser a de puxar votos para candidatos ao Legislativo. Surpresos com o desempenho de Jandira no Ibope, os comunistas iniciaram namoro com a turma da anti política.

O eleitor ainda não me identifica com o governo Sérgio Cabral. Meu objetivo agora é colar no ótimo/bom do Cabral. Vai dar para brigar

Luiz Fernando Pezão
Vice-governador do Rio e candidato do PMDB ao governo

Medo de avião
Durante almoço, ontem no Alvorada, a presidente Dilma confessou para senadores do PTB, PSC e PR, que temia pelas concessões dos aeroportos. Avalia que eles deram um novo fôlego à concessão da BR-163 e demais rodovias.

Batido o martelo
O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB) vai deixar o cargo na primeira semana de abril. Ele deve disputar as eleições de outubro. A maior probabilidade é a de que ele seja candidato ao Senado. Nas pesquisas, ele aparece com 60% das intenções de voto. Os aliados não têm um nome melhor para disputar apenas uma vaga.

Um dia depois do outro
Depois de um advogado pedir a cassação do registro do ex-ministro José Dirceu na OAB, chegaram pedidos à entidade para cancelar o registro do ex-presidente do PTB, Roberto Jefferson, que detonou o escândalo do mensalão.

Embale que o filho é teu
O PT concluiu que precisa da candidatura do senador Roberto Requião (PMDB) ao governo do Paraná para evitar que o governador Beto Richa (PSDB) vença a eleição no primeiro turno. Mas como a maioria do seu partido integra o governo tucano e apoia a reeleição de Richa, Requião tem dito que quem deve viabilizá-lo é a candidata petista, a ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil).

Candidato para valer
O senador Randolfe Rodrigues (PSOL) rejeita o rótulo de candidatura auxiliar do PSDB. Ele acusa os demais candidatos ao Planalto de defenderem o mesmo programa econômico e se considera a única alternativa dos protestos de junho.

“EP”, a nova sigla do STF
O STF criou uma nova sigla em seu sistema processual em decorrência do julgamento do mensalão: a “EP”. Ela significa Execução Penal. A “EP" número 1 é a de José Genoíno, a número 2 a de José Dirceu e a número 3 a de Delúbio Soares.

Acreditem! Todos os principais candidatos ao governo do Rio acharam muito bons os seus resultados na recente pesquisa do Ibope.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial