quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Panorama Político - O Globo (Ilimar Franco)

Ciro Gomes vem aí              

          Os petistas estão contrariados, mas não há muito mais o que fazer. Eles perderam a batalha para escalar o secretário-executivo Mozart Sales para suceder Alexandre Padilha na Saúde. A presidente Dilma deu sinais que quer um ministro do tamanho do cargo, do maior orçamento da Esplanada, e que tenha estofo para enfrentar o debate político com a oposição durante o ano eleitoral.

Mandela fez milagre
Os ex-presidentes, e gladiadores em público, Fernando Henrique e Lula, trocaram gentilezas e conversaram civilizadamente nas mais de 30 horas de voo, ida e volta, para o funeral de Nelson Mandela, na África do Sul. Sentados na cabine da presidente Dilma, o ambiente ficou descontraído no começo da viagem quando Lula definiu, brincando, as regras do jogo: “Aqui ninguém pode tratar de assuntos controversos, porque estão todos representados”. Já que não podiam falar mal uns dos outros, passaram o tempo recordando seus encontros com Mandela, a grandiosidade do funeral, o peso diplomático da cerimônia e o papel e a popularidade do ex-presidente africano.

Dividindo o mesmo teto
Para chegar aos carros que os levaria do funeral de Mandela para o aeroporto, a presidente Dilma e o ex-presidente Fernando Henrique dividiram o mesmo guarda-chuva. Em outro, estavam lado a lado os ex-presidentes Lula e José Sarney.

A candidatura do Pezão é inegociável. Ninguém tenha ilusão em relação a isso. Ele assume o governo em abril

Sérgio Cabral
Governador (RJ), sobre a candidatura do vice Luiz Fernando Pezão ao Laranjeiras

 
Cochicho
Em recente viagem à China, o vice Michel Temer ouviu do vice chinês, Li Yuanchao, a promessa de que o seu país vai reduzir a compra de soja dos Estados Unidos para ampliar a importação do grão do Brasil. "Só espero que o Obama não esteja ouvindo a gente combinar isso", brincou o chinês, sobre o escândalo da arapongagem americana.

Quando pimenta vira colírio
A crença no governo Dilma é que o escândalo Siemens/Alstom, em São Paulo, vai ganhar asas e voar agora que a Polícia Federal assumiu o caso. Um ministro resume: “Pau que dá em Chico bate em Francisco”. O caso foi batizado de “tremsalão”.

Figurinha carimbada
Cassada pelo TRE de seu estado, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN) é velha conhecida no TSE. Quando foi eleita senadora, em 2006, e governadora, em 2010, dois pedidos de cassação chegaram ao TSE. Em ambos ela foi absolvida. O relator e voto vencido, nos dois casos, foi o atual presidente do Tribunal, Marco Aurélio Mello.

A palavra final
Mesmo os mais ardorosos defensores da candidatura do senador petista Lindbergh Farias ao governo do Rio reconhecem que é preciso deixar as portas abertas. Um deles explica a posição do PT: “Vai depender muito do Lula”

As grifes
O DEM faz suas apostas para 2014. No programa de TV que será exibido hoje, brilham o senador José Agripino (RN), o ex-governador Paulo Souto (BA) e os deputados Ronaldo Caiado (GO), Onyx Lorenzoni (RS) e Mendonça Filho (PE).

Cafuné. A presidente Dilma só se refere ao líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI), o chamando carinhosamente de “meu indiozinho”.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial