sábado, 7 de junho de 2014

Panorama Político (07) - O Globo - Ilimar Franco

Não há consenso sobre a necessidade de a presidente Dilma fazer pronunciamento à Nação na véspera da abertura da Copa do Mundo. Seus articuladores estão divididos. Um grupo acha que convocar cadeia de rádio e TV é politizar os jogos no momento em que o governo atua para baixar a pressão. Outro acha que Dilma deve fazer chamamento aos brasileiros para que dê tudo certo.
A armadilha do legado
O pronunciamento é o último dos ingredientes no caldo de insatisfações dentro do governo com a estratégia de defesa da Copa do Mundo adotada desde o ano passado. Ministros avaliam que o governo “caiu na armadilha” de ficar respondendo às críticas, em vez de empolgar e emocionar os brasileiros. A presidente Dilma demorou para entrar no clima do futebol, e tratou por muito tempo do assunto pelo viés das obras de infraestrutura. As propagandas oficiais receberam críticas recorrentes dentro do governo. O comercial protagonizado pela jogadora Marta, por exemplo, foi visto como formal demais, nos moldes de um anúncio de um banco público.

“Alguém estava em 2002 melhor do que esta hoje? Se a gente não souber o que o Brasil era, não valorizamos o que temos hoje”

Luiz Inácio Lula da Silva
Ex-presidente

Boa ação
A empresa Anglo American anunciou ontem ao Ministério do Meio Ambiente a doação de US$ 5 milhões para o programa Arpa. Lançado em 2002, tem o objetivo de preservar unidades de conservação da floresta amazônica.


Com quem será?
Está nas mãos do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), a definição sobre seu vice à reeleição: Márcio França (PSB) ou Gilberto Kassab (PSD). Pessedistas garantiam ontem que Alckmin e Kassab selaram a aliança na noite de quinta-feira. O diretório do PSB indicou França por unanimidade. Tucanos dizem preferir o PSB.

Produção independente
Documentário da TV Câmara criticando a construção do estádio Mané Garrincha causou desconforto no PT. Mas deputados não intervieram para não parecer censura. A presidência da Câmara agiu e tirou da grade.

Vista para o mar
O governo quer aproveitar a terceira edição do Minha Casa, Minha Vida para construir empreendimentos em cidades turísticas que ainda enfrentam problemas de habitação e de casas degradadas que interferem na paisagem. Barra de São Miguel (AL) e Parati (RJ) estão entre os municípios que podem ser beneficiados.

Ofensiva no Nordeste
O ex-presidente Lula vai entrar nas campanhas em Pernambuco e no Piauí. Receberá título de cidadão honorário de Teresina, sexta-feira. Depois, se encontrará com a presidente Dilma em Recife para eventos locais no fim de semana.

Raízes
A chapa Luiz Fernando Pezão (PMDB) à reeleição ao governo e Felipe Peixoto (PDT) a vice entusiasmou a presidente Dilma, que gostou de ver seu ex-partido aliado a Pezão. O PDT ensaiou apoio ao candidato petista Lindbergh Farias.

A chapa que apoiará a reeleição do tucano Geraldo Alckmin em São Paulo poderá ter mais de um candidato ao Senado

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial